Drauzio Varella defende atividade física e controle da alimentação como fatores que melhoram a qualidade de vida

“Atividade física e controle da alimentação. Estas são as chaves para o futuro da medicina preventivas”. Foi com essa fórmula que o médico cancerologista Drauzio Varella conhecido nacionalmente por suas contribuições médicas em trabalhos divulgados pela mídia brasileira, encerrou sua palestra sobre prevenção de doenças e qualidade de vida. “O Brasil enfrenta hoje dois problemas: a vida sedentária, fator de risco para o câncer, e a obesidade. Nunca se imaginou que a obesidade seria uma epidemia. Atualmente, 52% dos brasileiros estão acima do peso e 15% estão obesos. Vivemos em uma sociedade onde tudo é comemorado com comida”, ressaltou.

A prática regular de exercícios físicos foi um dos pontos principais defendidos pelo médico como aliado na melhora da qualidade de vida. “Nós aumentamos a expectativa de vida brutalmente. E esse aumento fez com que, para que o ser humano viva melhor precise se cuidar melhor. E só é possível de duas formas: ao controlar o peso e ao fazer atividade física. O problema é que todos sabem que o exercício físico faz bem, mas ninguém faz. E a explicação é biológica. O exercício físico é contra a nossa natureza. Nenhum animal gasta energia à toa. Mas o fato é que nós podemos ficar o dia todo sentado. O corpo humano é uma máquina preparada para o movimento. E, ao contrário de outras espécies, se aprimora a medida que se movimenta”, defendeu.

Texto adaptado do artigo: Exercício e controle da alimentação são o futuro da medicina preventiva, diz Drauzio Varella.