Manual de Sobrevivência: Febre Amarela

slide-febre-amarela.jpg

Como a febre amarela é transmitida?

A doença é causada pelo vírus da febre amarela e é transmitida pela picada de um mosquito infectado. As vítimas mais frequentes são seres humanos e macacos.

O que são as versões silvestre e urbana?

A primeira é transmitida pelos mosquitos das espécies Haemagogus e Sabethes. Como eles só vivem em regiões de mata, é preciso circular por esses ambientes para correr risco de ser inoculado. A segunda ocorre quando uma pessoa é infectada pelo Aedes aegypti, espécie comum nas cidades. Seus surtos, porém, são extremamente raros: o último registro no Brasil foi em 1942.

Quais são os sintomas?

Febre, dores musculares, cansaço, náuseas e dor de cabeça surgem de cinco a sete dias após a picada.

QUADROFA.jpg

 

Qual o risco de morte?

Uma faixa de até 15% dos infectados desenvolve a versão mais grave, que pode levar à morte.

Quem deve ser vacinado de forma prioritária?

Moradores da Zona Norte, de bairros das Zonas Oeste (Raposo Tavares) e Sul (Jardim Ângela, Parelheiros, Marsilac e Capão Redondo) e de 53 municípios do estado, entre eles Santo André, São Bernardo do Campo, Guarujá, Ubatuba e Praia Grande.

Quem viaja ao litoral precisa se imunizar?

Sim, porque a Secretaria da Saúde calcula que o vírus deve chegar à costa norte de São Paulo via Rio de Janeiro.

O que é a dose fracionada?

Trata-se de uma vacina com 0,1 mililitro de líquido, 20% da dose normal. Sua validade é de 8 anos, enquanto a padrão imuniza para o resto da vida.

A dose-padrão seguirá sendo administrada?

Sim, para alguns grupos específicos, como crianças entre 9 meses e 2 anos de idade, portadores do vírus HIV, pessoas que terminaram o tratamento de quimioterapia, gestantes – sob orientação médica – e viajantes internacionais cujos destinos são países onde a vacina é obrigatória.

Quem não deve se vacinar?

Pacientes em tratamento de câncer, com imunossupressão, ou quem tem reação alérgica grave à proteína do ovo.

Quem já tomou a vacina deve repetir a dose?

Não é necessário

Há reações adversas?

É comum sentir febre e dores musculares por alguns dias após tomar a vacina. Há casos raros de pessoas que adquirem a febre amarela.

A atual crise causou quantas mortes?

Desde o fim de 2017 até quarta (10) foram confirmadas dezesseis no estado, quatro delas na Grande São Paulo. Há 29 casos de pessoas com a doença.

Onde se imunizar?

O atendimento foi reforçado em 131 UBSs nas Zonas Norte, Sul e Oeste, e também é oferecido em outros 81 serviços públicos, incluindo Hospital das Clínicas e Emílio Ribas, e em clínicas particulares.

As clínicas particulares dispõem da mesma vacina? Qual o preço?

Sim. De 137 a 250 reais.

Albert Einstein – Morumbi

Tel. 2151-2255. 240 reais

Ciname – Freguesia do Ó

Tel. 3978-5047. 220 reais

Clinivac – Vila Nova Conceição

Tel. 3845-1655. 220 reais

Delboni Auriemo – Jardim São Paulo

Tel. 3049-6999. 181 reais

Drogasil – Jardins

Tel. 3887-9508. 137 reais

Imune – Indianópolis

Tel. 5051-5259. 250 reais

Lavoisier – Consolação

Tel. 3047-4488. 161 reais

Vacinar – Brooklin

Tel. 3375-6126. 220 reais

Vip Imune – Vila Progredior

Tel. 3079-8935. 190 reais

Fonte: Revista Veja São Paulo